• Bibi Alves

Aos 67 anos, morre o cantor português Roberto Leal

RIO — Morreu na madrugada deste domingo, no Hospital Samaritano, em São Paulo, o cantor português Roberto Leal, vítima de melanoma, um tipo maligno de câncer de pele, anunciou a assessoria de imprensa do intérprete. A informação, primeiramente veiculada pelo jornal lusitano "O Público", foi confirmada pelo político patrício José Cesário, amigo do artista, que publicou a notícia em sua página do Facebook: “Hoje acordamos com um enorme choque. O nosso amigo, grande Português no Brasil e no Mundo, António Joaquim Fernandes, o grande Roberto Leal, acabou de falecer. A tristeza é enorme! Portugal e o Brasil estão de luto."

Leal nasceu em 1951, na aldeia de Vale da Porca, no norte de Portugal. Ele emigrou para São Paulo aos 11 anos, acompanhado pelos nove irmãos e pelos pais. Na maior cidade do Brasil, o português trabalhou como sapateiro e vendedor, antes de se lançar na vida artística, nos anos 1970.

Bastante atuante na telinha, Leal foi convidado de dezenas de programas das mais diversas emissoras brasileiras e portuguesas. Em 2000, o intérprete lançou pela gravadora EMI o CD "Roberto Leal canta Roberto Carlos", um dos discos mais vendidos da companhia. No fim da década de 1980, passou a morar em Portugal e chegou a ter um programa de televisão pela RTP1. Em 1998, voltou a viver no Brasil com a família, mas costumava passar períodos naquele país.

O GLOBO.

© 2019 Iguaracy Para o Povo